22 de setembro de 2023

3,7% dos milionários de criptomoedas são criminosos com US$ 25 bilhões no total

3,7% dos milionários de criptomoedas são criminosos com US$ 25 bilhões no total

De acordo com a Chainalysis, 3,7% das baleias criptográficas com mais de US$ 1 milhão em carteiras estão associadas ao crime.

A análise da empresa revelou 4.068 milionários de criptomoedas,que receberam pelo menos 10% de seus ativos digitais diretamente de endereços associados a atividades criminosas. Atualmente, seu saldo total ultrapassa US$ 25 bilhões.Ao mesmo tempo, mais de um terço das baleias "escuras" destinam de 90 a 100% de toda a renda para fontes ilegais.

3,7% dos milionários de criptomoedas são criminosos com US$ 25 bilhões no total

De acordo com a Chainalysis, a maioria desses fundos foi roubada ou obtida de forma fraudulenta, e são principalmente redistribuído através dos mercados da darknet. O relatório diz que em 2021, o influxo de endereços criminais totalizou mais de US$ 14 bilhões, o que é 79% maior do que em 2020.

Durante este período, o produto da fraudeaumentou 82% e atingiu US$ 7,8 bilhões.A maior parte desse valor está associada a fraudes em plataformas financeiras descentralizadas. Os roubos no ano passado aumentaram 516% e renderam aos atacantes US$ 3,2 bilhões.

Apesar do impressionante volume de negócios do setor sombraecossistema de criptomoedas, Chainalysis observa que sua participação no volume total mostra uma tendência de queda. No ano passado, as transações ilegais representaram apenas 0,15%, enquanto em 2020 esse número foi de 0,34%.